O Diário Gráfico enquanto recurso e discurso semiótico

estudos de língua, comunicação e cultura
o diário gráfico enquanto recurso e discurso semiótico
Publicação do artigo “O Diário Gráfico enquanto recurso e discurso semiótico” nos Cadernos Universitários nº7, Estudos de Língua, Comunicação e Cultura III, Célia Vieira (org.), Edições ISMAI (Instituto Superior da Maia).

Resumo
Através do recurso a metodologias e conceitos sócio-semióticos, são aqui abordados os significados, usos e funções do Diário Gráfico, ao serviço da construção de discursos semióticos. O Diário Gráfico surge como um poderoso instrumento não só na exploração de conceitos, mas também na comunicação e representação desses mesmos conceitos, transformando-se assim num importante recurso semiótico ao serviço da construção de novos discursos. O projecto Estrada Nacional Nº2, levado a cabo por João Catarino, será analisado com o intuito de perceber os usos e funções associados a este objecto e, dessa forma, justificar o seu potencial semiótico.

Palavras-chave
Semiótica, Sócio-Semiótica, Diário Gráfico, Comunicação Visual, Cultura Visual.

2 thoughts on “O Diário Gráfico enquanto recurso e discurso semiótico”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s